Pão e Poesia por Vera Barbosa - UOL Blog
Uma comunidade para a música brasileira

Music News - Por Assessoria de Imprensa

A música brasileira ganha seu endereço definitivo na internet: www.mpb.com .

A comunidade virtual une artistas e público, sem intermediários e promovendo a integração.

Os perfis de artistas têm funcionalidades diferentes, com a possibilidade dele enviar sua agenda para todos os amigos e ainda orgasnizar sdua discografia.

O endereço está aberto oficialmente e já conta com nomes de peso, um elenco de qualidades inquestionável que qualifica o projeto.

A interação já está rendendo parcerias e projetos.

Jornalista junta entrevistas com 40 artistas em livro

Ziriguidum - Por Beto Feitosa

O jornalista capixaba José Roberto Santos Neves compila em livro 40 entrevistas com grandes artistas da música brasileira.

A MPB de conversa em conversa traz conversas com Caetano Veloso, Marisa Monte Maria Bethânia, Paulinho da Viola, Rita Lee e Tom Zé entre outros.

José Roberto não tem pretensão de revelar furos ou traçar perfis biográficos, apresenta retratos instantâneos de seus entrevistados, a maioria divulgando shows e lançamentos em CD.

Cada capítulo ganha uma introdução com comentários do jornalista sobre o artista e ambientando o leitor sobre a ocasião em que foi feito o papo.

Beatrix no Santa Music Fest 2008

Por Assessoria de Imprensa

A Banda Católica Beatrix sobe ao palco do Santa Music Fest 2008, no dia 28 de março, às 21 horas.

Dizer o que pensa, pensar o que canta, cantar a vida em todas as sua nuances. Essa é a proposta da galera da banda Beatrix, que une letras fortes, arranjos arrojados e muita, muita personalidade.

O nome da banda foi inspirado pela história de Santa Beatriz, uma religiosa portuguesa que, por um milagre, teve sua beleza de 20 anos de idade conservada até os 60 anos.

A palavra Beatrix é o nome da santa em Latim e significa Aquele que traz alegria. Em suas canções cheias de ideologia, a banda fala das dores, incertezas e buscas próprias da juventude e resgata a beleza e a alegria perdidas por uma sociedade aprisionada pela ansiedade do ter.

O peso dos arranjos, unido ao timbre suave da vocalista Aura Lyris, resultou num som cheio de profundidade e sutileza. Enquanto Lize Borba e Vinícius temperam as guitarras com as básicas pausas do New Metal, na cozinha, Thiago quebra tudo na batera, junto com o baixista Bruno Espíndola.

Embora receba influências do New Metal, Beatrix não se considera uma banda de estilo único. "Não somos New Metal nem Heavy Metal ou Underground, não queremos ter rótulos. Queremos apenas dizer o que pensamos, falar da nossa ideologia de vida e usamos a música para isso”, diz Lize Borba, guitarra-base, backing vocal e uma das compositoras do grupo.

Sem dúvida, quem ouve o som da banda percebe, na personalidade das letras e arranjos, que o que diferencia Beatrix das bandas comuns é justamente a ideologia. Beatrix não é apenas uma banda ou um estilo. Beatrix é Beatrix, e só.

Santa Music Fest 2008
28 de Março às 21 horas

Mais informações:
www.santamusicfest.com.br

Próximas apresentações da Banda:

10.04.08 - Programa Academia do SOM - TV Canção Nova
11.04.08 - Cristoteca - São Paulo/SP
14.05.08 - Gravação TV Século 21 - Valinhos/SP
31.05.08 - Cristo é o show - Belo Horizonte/MG

Visite o site oficial Beatrix:
http://www.bandabeatrix.com.br

UOL - Por Roger Madkovski

O álbum "Novas Bossas", de Milton Nascimento e do Trio Jobim, é mais um ponto de encontro nas trajetórias da bossa nova carioca (50 anos) e do mineiro Clube da Esquina (cerca de 40), tudo sob a égide da memória do maestro Tom Jobim (1927-1994).

É o primeiro CD inédito produzido pela Nascimento Discos, com distribuição da EMI. A idéia de gravá-lo surgiu em um show no Rio, em 2007, em homenagem aos 80 anos de nascimento de Tom.

Surgidos "espontaneamente", segundo os músicos, os arranjos, intimistas, têm o sabor jobiniano da economia com elegância.

Bituca (fluminense de Niterói, a propósito) acompanha (ao piano e ao violão) e é acompanhado pelos companheiros musicais Paulo Jobim (violão, filho de Tom), Daniel Jobim (piano, neto de Tom) e o mineiro Paulo Braga (bateria), além de Rodrigo Villa no baixo.

Zizi celebra três décadas com amigos

O Estado de S. Paulo - Por Lauro Lisboa Garcia

E lá se vão 30 anos de carreira de Zizi Possi. E como esse tempo todo, afinal, não serve só 'para contar os pés-de-galinha na cara', mas para acumular um repertório musical considerável, a cantora decidiu remexer em tudo o que já fez e acrescentar o que ainda não realizou.

Ela faz temporada de 12 shows, cada um com repertório diferente, todas as terças-feiras no Tom Jazz, recebendo um amigo a cada semana.

A primeira da lista é Alcione. Depois vêm Alceu Valença, Eduardo Dussek, Edu Lobo, a filha Luiza Possi, Ivan Lins, Ana Carolina, Bibi Ferreira, Toninho Ferragutti e outros três que combinarem afinidade com disponibilidade de agenda.

Para ela, é 'uma condição bacana de realizar música com M maiúsculo', reunindo gente que sabe fazer arte, o irmão José Possi Neto incluído.

Ele assina a direção dos shows. 'Há muito tempo sonho fazer temporada numa casa, como se fazia décadas atrás. Como tudo mudou, as temporadas também foram encurtando, a música foi achatada por um mercado enlouquecido', observa. 'Fico deprimida com essa situação, mas quero fazer algo diferente. O momento é propício, os astros estão a favor.'

A cantora diz que até colocou seu escritório à venda para poder bancar a temporada, bem como o registro dos shows em áudio e vídeo, para lançar em CD e DVD.

'Não temos patrocínio, apenas apoios. É um projeto camicase porque são 12 shows únicos. Não tem como refazer.' O que vale mais é comemorar com estilo.

Serviço
Zizi Possi. Tom Jazz (200 lugs.).
Avenida Angélica, 2.331, 3255-3635. Terças-feiras, 21h30. R$ 100 a R$ 200. Até 27/5

Zimbo Trio faz balanço da carreira no Auditório Ibirapuera

Por Assessoria de Imprensa                            

Quatro décadas com Zimbo é o nome do espetáculo que o conjunto paulista Zimbo Trio apresenta este final de semana no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Um dos mais representativos conjuntos instrumentais do Brasil, o trio formado por Amilton Godoy (piano), Rubinho Barsotti (bateria) e Itamar Collaço (baixo) – que há sete anos substitui Luiz Chaves – apresenta o repertório do CD Zimbo ao vivo, em que faz uma retrospectiva dos 44 anos de carreira, com 49 álbuns lançados no Brasil e no exterior.

Fundado em 1964 e reconhecido por trazer uma sonoridade mais jazzística à música popular brasileira, o Zimbo Trio ficou célebre ao acompanhar nomes como Elizeth Cardoso e Elis Regina e alcançou um raro reconhecimento popular para um grupo instrumental.

O arranjo para Garota de Ipanema foi o primeiro grande sucesso, seguido por muitos outros, como a gravação de Aquarela do Brasil. As duas músicas serão tocadas no espetáculo, com os mesmos arranjos de Amilton Godoy.

A cantora Fabiana Cozza, o bandolinista Danilo Brito, a flautista Débora de Aquino, o conjunto de flautas Soprando Notas e o Quarteto de Sax participarão de alguns números nas três apresentações, em que serão executadas obras de alguns dos mais importantes compositores brasileiros, como Tom Jobim, Baden Powell, Pixinguinha, Gilberto Gil, Edu Lobo, Chico Buarque e Moacir Santos.

Quatro décadas com Zimbo.
Auditório Ibirapuera (Parque do Ibirapuera, portão 2); sexta (14) e sábado (15), às 21h, domingo (16), às 18h. Ingressos: R$ 30. Mais informações: (11) 5908-4299 ou http://www.auditorioibirapuera.com.br.

Minissérie sobre Maysa terá trilha em dois CDs e um DVD, diz Daniel Castro

Folha Online - Por Redação

A minissérie "Maysa", prevista para estrear na Globo em janeiro de 2009, terá trilha sonora em dois CDs, informa nesta quarta-feira (5) a coluna Outro Canal, de Daniel Castro -- conteúdo exclusivo para assinantes UOL ou Folha.

O primeiro disco, inédito e gravado nos Estados Unidos, trará interpretações da própria Maysa Matarazzo (1936-1977).

O segundo será de letras e poemas, também inéditos, a serem musicados por artistas consagrados e gravados por desconhecidos, "que precisam de uma oportunidade", segundo o diretor Jayme Monjardim, filho da cantora.

"Maysa" renderá ainda um DVD, com nove clipes musicais. Cada capítulo será encerrado por um clipe diferente.

Ricardo Gusmão com direção de Tetê Espíndola

Por Assessoria de Imprensa

Ricardo Gusmão faz show para lançamento do seu primeiro CD, hoje, na FUNDEC (Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba). A direção do espetáculo é de de Tetê Espíndola. Após a apresentação, haverá coquetel na própria FUNDEC.

Serviço:
Ricardo Gusmão 
08 de Março às 20h30
FUNDEC - Rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro. Sorocaba

*Comparecer uma hora antes do início do show. Não será permitida a entrada após o início do espetáculo. Classificação: 12 anos.

Grupo Lúmen no Parque Chico Mendes

Por Assessoria de Imprensa

Homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Iniciativa da Diretoria da Cultura, trata-se de um sarau lítero-musical, em homenagem ao Dia da Mulher, e haverá a participação escritoras, exposição de livros e da cantora Mara Inês Forato.

Dia 09/03/2008 às 11 horas
São Caetano do Sul

Guilherme Vergueiro e Paulinho Lima apresentam sua obra no CD ‘Parceria’

Music News - Por Assessoria

O pianista e compositor Guilherme Vergueiro e o letrista Paulinho Lima apresentam, no CD Parceria, uma série de músicas que desenvolveram em mais de uma década.

As doze faixas são interpretadas por Ney Matogrosso, Emilio Santiago, Alcione, Luiza Possi, Preta Gil, Sergio Santos, Pery Ribeiro e outros.

Paulinho explica o álbum: “Dos meus parceiros, Guilherme é o que tenho mais facilidade em letrar. Suas músicas têm ritmo e formas claras.

Os cantores foram escolhidos pela proximidade com os estilos das músicas. Gravadora: Lua Music - http://www.luamusic.com.br

Todas as mulheres em Angela Ro Ro

Música & Letra - Por Fábio Vizzoni


Em cartaz até dia 08 no Teatro Rival Petrobras, no Rio, Angela Ro Ro homenageia grandes vozes femininas da música mundial no show "Mulheres, eternas musas".

Acompanhada pelo pianista Ricardo MacCord, a cantora e compositora interpreta clássicos imortalizados por Maysa, Silvinha Telles, Nora Ney, Billie Holiday, Elizete Cardoso, Maria Bethânia e Omara Portuondo - esta representada em “Arranca essa flor”, escrita recentemente por ela e MacCord.

Além disso, Ro Ro mergulha no universo das mulheres das canções de Chico Buarque (como "Bárbara" e "Joana Francesa"), e homenageia a parceira musical Ana Terra com as inesquecíveis "Tola foi você", "Paixão" e 'Amor, meu grande amor".

Rádio Nova Brasil FM realiza show com Pedro Mariano em São Paulo

Music News - Por Alexandre Spínola

Nos dias 14 e 15 de março, a cidade de São Paulo recebe o cantor Pedro Mariano para uma apresentação especial no Tom Jazz.

Realizado pela rádio Nova Brasil FM, o show é o primeiro de uma série de dez que serão organizados até o final do ano.

Mariano apresenta os lançamentos do seu novo álbum, o quinto de sua carreira, e o público ainda confere os sucessos de seus outros discos: “Pedro Camargo Mariano”, “Voz no Ouvido”, “Intuição” e “Pedro Mariano- AO VIVO”.

A nova apresentação do artista traz as músicas “Personagem” (Ana Carolina/ Jorge Vercilo), “Sujou Camarada” (Jair Oliveira), “Além de amar” (regravação de Djavan) e “Tá tudo bem” (Mauricio Gaetani/João Andrade) – que já estão sendo veiculadas nas principais rádios do País.

Segundo o gerente de marketing da Nova Brasil FM, Fauze Kanbour, o projeto reunirá os principais artistas da moderna música brasileira e já conta com as apresentações confirmadas  de Biquíni Cavadão, Fernanda Takai, Isabella Taviani, Ana Cañas, entre outras.

“Neste ano, o objetivo é investir no relacionamento com o público da rádio que é um ouvinte fiel e qualificado”, diz.

O valor do couvert artístico é de R$ 50,00 e está sendo comercializado pelo telefone 3255-3635 e também pelo site www.ingressorapido.com.br.

Coletânea dupla celebra os 80 anos de Miltinho

Blog Notas Musicais - Por Mauro Ferreira

Com pouco mais de um mês de atraso, a gravadora EMI Music está pondo nas lojas festiva coletânea dupla, Miltinho - Samba e Balanço, criada para celebrar os 80 anos de Milton Santos de Almeida, já completados em 31 de janeiro de 2008.

A compilação reúne 28 fonogramas extraídos dos 16 LPs e numerosos compactos gravados pelo cantor carioca na Odeon, entre 1966 e 1976.

O período nem é o de maior sucesso de Miltinho, mas o repertório irretocável é prato cheio para que o ágil intérprete deite e role nas melodias com sua personalíssima divisão rítmica.

Os sambas raros de Mauro Duarte

O Estado de S. Paulo - Por Francisco Quinteiro Pires

O sambista Mauro Duarte de Oliveira é aquele caso em que seu nome é bem menos conhecido do que as suas músicas. Ele entrou de fato para a história do samba, mas ficou à sombra dos parceiros de letras, como João Nogueira e Paulo César Pinheiro.

É comum ouvir, até entre apreciadores da batucada, que Lama, O Canto das Três Raças, Portela na Avenida e Meu Sapato Já Furou são sambas de Clara Nunes, do quais é apenas a intérprete.

Para fazer justiça à importância do compositor nascido em Minas, mas tarimbado no Rio, no bairro de Botafogo, Cristina Buarque e o grupo Samba de Fato lançam o álbum duplo O Samba Informal de Mauro Duarte (Deckdisc, R$ 44) amanhã, às 21 h, no Centro Cultural Carioca, no centro do Rio.

Gláucia Nasser lança terceiro CD com trabalho mais autoral

Terra - Por Redação

A cantora Gláucia Nasser chega ao terceiro disco apostando em temas mais pessoais. Diferente dos trabalhos anteriores, A Vida Num Segundo traz apenas composições inéditas.

Em entrevista ao Terra, Gláucia fala sobre o novo CD, seu método de composição e a "concorrência" com outras cantoras. A Vida Num Segundo tem 14 faixas que trazem a voz suave de Gláucia, que também assina todas as músicas.

"Começamos a fazer este disco em abril do ano passado. Cada música foi dizendo como queria ser quando crescesse e, com a colaboração de todos os músicos, fomos chegando no resultado final", conta a cantora.

Mar quente, mar frio

Carta Capital - Por Pedro Alexandre Sanches

As cantoras Maria Bethânia e Omara Portuondo estão reunidas em um estúdio carioca, em meio a ensaios para uma série de shows que farão juntas.

Em faceira provocação, a brasileira diz à cubana que o mar “azul-turquesa” do Caribe é “o mais bonito do mundo”, mas não a comove tanto quanto o da Bahia, “mar de palha”.

O mar cubano, argumenta, é gelado. Omara estranha, contesta. “No inverno é, mas não no verão.”  Pergunta à colega em que mês do ano ela visitou Cuba. “Em alto verão”, Bethânia responde.

Omara faz um muxoxo, retruca: “Não, era inverno, para nós era inverno”.

[ Travessia - ver cantos anteriores ]



Ir para Home



Pão e Poesia - Simone

"Um cantinho, um violão. Este amor, uma canção. Pra fazer feliz a quem se ama. Muita calma pra pensar. E ter tempo pra sonhar. Da janela, vê-se o Corcovado, o Redentor - que lindo! Quero a vida sempre assim, com você perto de mim, até o apagar da velha chama. E eu que era triste, descrente desse mundo... Ao encontrar você, eu conheci o que é felicidade, meu amor." (Corcovado - Tom Jobim)

Meu Perfil

BRASIL, Sudeste, Mulher

 


"Música na cabeça é carinho, alegria, inteligência, fantasia, prazer, doçura, energia, paixão e poesia"
Ben Jor




*Uma brasileira*

Paulistana da gema.
Ariana, 43 anos, jornalista. Música é o que mais me alimenta a alma. Esse espaço é destinado a quem prestigia a Música Popular Brasileira. O objetivo é difundir o que temos de melhor, fazer amigos, ampliar o repertório e estimular o conhecimento.
Entre e fique à vontade!



Meu Perfil no Orkut







bamba(s) online


Assine meu Livro


*Tantas Palavras* Contatos:

Pela Internet:
vlgb@uol.com.br

Pelo Telefone:
(11) 8985-7531




*Sintonia*
Cultura AM, SP
Eldorado FM, SP
MPB FM, RJ
Nova Brasil FM, SP
USP FM, SP







 Rádio Bossa Nova 
Jeannie Black, Seattle (USA)

 


 

 

Cantaram comigo: