Pão e Poesia por Vera Barbosa - UOL Blog
Música: Empreendedorismo e Inovação

Music News - Por Assessoria de Imprensa

Os alunos do curso de Música: Empreendedorismo e Inovação, do Instituto Gênesis da PUC-Rio, estão promovendo uma mesa-redonda com o objetivo de debater assuntos relacionados com o negócio da música.

O evento será mediado pelo Prof. Arthur Dapieve e acontecerá no dia 28 de novembro às 15 hs no auditório do RDC PUC-Rio.

Seis profissionais da música participarão, expondo suas visões, experiências e como encaminham suas carreiras em um mercado em constante mudança.

São eles: Jorge Davidson (Empresário), Bruno Levinson (Produtor Cultural), João Augusto (Gravadora Deckdisc), Humberto Barros (Musico), Gloria Braga (ECAD) e Carlos Mário (Imusica – Internet).

O objetivo é criar um momento aonde novas oportunidades sejam discutidas de forma a que profissionais da música consigam aproveitá-las de maneira inovadora.

Coletânea 'Mestiça' evita as obviedades de Clara

Blog Notas Musicais - Por Mauro Ferreira

Pegando carona na edição da (boa) biografia de Clara Nunes, Guerreira da Utopia, a EMI Music lança nova coletânea da cantora, Mestiça, com a capa idêntica à do livro escrito pelo jornalista Vagner Fernandes.

A seleção de repertório evita os hits mais óbvios e prioriza gravações pouco conhecidas da artista, várias extraídas da discografia oficial de Clara Nunes.

Wagner Tiso comemora 40 anos de arranjos

Gafieiras - Por Dafne Sampaio

Mineiro dos mais discretos, apesar da aparente redundância, o compositor, arranjador e pianista Wagner Tiso comemora suas quatro décadas de carreira com uma luxuosa caixa de 4 CDs - Da sanfona à sinfônica – 40 anos de arranjos (Universal, 2007) -, no qual relembra alguns dos melhores momentos de sua faceta de arranjador.

Afinal, o homem que integrou os grupos Sambacana e Som Imaginário, e que assinou trilhas de filmes como Inocência (1981) e A ostra e o vento (1997), esteve ao lado de artistas dos mais diversos, desde Cauby Peixoto até Paulo Moura, passando por Maysa, Gonzaguinha, Engenheiros do Hawaii, Flora Purim e o grande amigo Milton Nascimento.

Divididos em blocos, os quatro CDs são intitulados Manto das estrelas, Na batuta do sucesso, Futuro do pretérito e Veredas.

Agarradinhos, Leila e Menescal saúdam Jobim

Blog Notas Musicais - Por Mauro Ferreira

Parceria inédita de Leila Pinheiro com Roberto Menescal, A Luz da Natureza é um tributo a Tom Jobim (1927 - 1994). A música integra o repertório intimista de Agarradinhos, o projeto gravado pela cantora em duo com Menescal em 2006.

Já lançado no Japão e na Europa, Agarradinhos chega ao Brasil ainda em novembro nos formatos de CD e de DVD (capa à direita), com distribuição da EMI Music.

Entre as músicas, Minha Mangueira - o samba composto por Leila em tributo à tradicional escola de samba carioca- e a faixa-título, já gravada por Menescal. O DVD foi filmado por Roberto de Oliveira.

Tradição viva

estadao.com.br - Por Lauro Lisboa Garcia

O que move Siba é a poesia, a música é conseqüência. Com uma entrelaçada na outra, sua notável evolução artística trafega entre dois mundos - o da tradição viva embrenhada na mata e o dos círculos contemporâneos cosmopolitas.

Desde o começo da carreira com seu ex-grupo Mestre Ambrósio, de traço paralelo ao mangue bit, o compositor, cantor e instrumentista pernambucano, tinha em mente um objetivo: 'Fazer um dia um projeto de parceria com os músicos da minha tradição, da Zona da Mata Norte.'

São eles os integrantes da Fuloresta, com quem Siba divide os créditos do recém-lançado álbum Toda Vez Que Eu Dou Um Passo o Mundo Sai do Lugar (Ambulante Discos/Distribuição Brazilmúsica!), um dos melhores de música brasileira de 2007.

Nelson Motta faz lançamento de seu novo livro no Rio de Janeiro

Música & Letra - 21/11/2007 - Por Fábio Vizzoni

Na noite desta terça-feira, dia 20, o jornalista, produtor musical e escritor Nelson Motta (foto) promoveu, no Rio de Janeiro, o lançamento de seu mais novo livro: a biografia do cantor e compositor Tim Maia (1942-1998). Em "Vale Tudo - O som e a fúria de Tim Maia" (Editora Objetiva), Nelsinho faz uma viagem pela louca vida do "síndico do Brasil", ao longo de 385 páginas recheadas de histórias do "gordinho mais simpático da Tijuca", como o próprio Nelson se refere ao amigo que conhecera em 1969.

Ivan Lins rebobina obra em 'Saudades de Casa'

Blog Notas Musicais - Por Mauro Ferreira

Saudades de Casa é o título do CD e DVD que Ivan Lins vai lançar em dezembro com regravações de sua obra autoral, feitas nos moldes dos arranjos apresentados em suas turnês estrangeiras.

A novidade é Debruçado - parceria inédita com Gonzaguinha, composta em 1970. No repertório, gravado ao vivo em estúdio, há músicas como Acaso, Amar Assim, Daquilo que Eu Sei, Depende de Nós, Deus É Mais e a faixa-título, Saudades de Casa, composta no Japão nos anos 80.

Detalhe: o filho de Gonzaguinha, Daniel Gonzaga, participa de Debruçado. O CD e DVD Saudades de Casa vão ser editados pela gravadora carioca Indie Records.

Pela renovação do samba

Blog Acordes - Por Toninho Spessoto

O quinteto Casuarina - Daniel Montes (violão 7 cordas), Gabriel Azevedo (percussão, voz), João Cavalcanti (percussão, voz), João Fernando (bandolim, voz), Rafael Freire (cavaquinho, voz) - está entre os principais responsáveis pela renovação do samba carioca, através da revitalização musical do bairro da Lapa, tradicional reduto boêmio. Lança seu segundo CD, Certidão.

O álbum traz treze sambas inéditos, sendo dez escritos por componentes do Casuarina. Os temas vão do romantismo à observação de fatos do cotidiano.

O grupo bebeu em fontes caudalosas como Noel Rosa, Wilson Batista, Chico Buarque, Paulinho da Viola, Délcio Carvalho, Dona Ivone Lara e tantos outros craques.

Entre as faixas, Certidão, Dilemas do Universo, Me Dá Um Dó, Onda de Poeta e É, João, homenagem ao inesquecível João Nogueira. Vale a audição.

Disco 'Clube da Esquina' é recriado por cantoras

Blog Notas Musicais - Por Mauro Ferreira

Maria Rita integra o time feminino de intérpretes convocadas para regravar músicas do Clube da Esquina, LP duplo lançado por Milton Nascimento e Lô Borges em 1972 com o típico espírito gregário do (homônimo) movimento musical que propagou o som das Geraes no começo da década de 70.

Com aval do próprio Milton, o produtor Guto Graça Mello já convidou intérpretes como Céu, Ivete Sangalo, Luiza Possi, Roberta Sá, Mariana Baltar, Shirle de Moraes e Vanessa da Mata para regravar onze músicas do álbum em CD e em DVD que serão editados em breve pela gravadora EMI Music.

Wagner Tiso lança box com vários de seus sucessos

estadao.com.br - Por Pedro Henrique França

Multifacetário, rigoroso, plural, e, sobretudo, exigente de uma cumplicidade entre ele e a obra para um trabalho bem feito. Maestro, arranjador, pianista e compositor, o mineiro Wagner Tiso desdenha preconceitos.

É admirador da quebra de paradigmas na música e do envolvimento do popular com o clássico. Tem como referência Heitor Villa-Lobos e sua peregrinação pelo Brasil para colher ritmos populares e dar um tempero erudito.

É, como a essência de Villa-Lobos, o que Tiso vem realizando desde 2004 com a série MPB&Jazz, em que repertórios de músicos consagrados da música brasileira ganham uma roupagem sinfônica. Em agosto deste ano, ele estreou o projeto em São Paulo.

Em alta no exterior, Celso Fonseca lança CD pela EMI

Sucesso! - Por Thomaz Rafael

O cantor, compositor e produtor Celso Fonseca assinou contrato com a EMI Music. Ainda este mês, provavelmente no dia 23, o artista lançará seu novo álbum, "Feriado".

O CD traz participações especiais de Marcelo D2 e Mart'nália. Os últimos trabalhos de Fonseca tiveram ótima repercussão na Europa, onde foram lançados pelo selo belga Crammed.

O destaque não se restringiu ao Velho Continente. Com "Juventude/Slow Motion Bossa Nova", por exemplo, disco produzido em 2002, o artista foi indicado ao GRAMMY Latino em duas categorias: "melhor disco de MPB" e "melhor canção do MPB" ("A Voz do Coração").

Outra faixa de sucesso do mesmo CD foi "Slow Motion Bossa Nova", que se tornou o tema da campanha da Rider com a modelo Gisele Bundchen.

Arlindo Cruz, 500 músicas gravadas, lança CD próprio

Folha de S. Paulo - Por Luiz Fernando Vianna

Arlindo Cruz ultrapassou neste ano a marca das 500 músicas gravadas. Poucos compositores brasileiros estão nesse time. Mas ele quer também ser reconhecido como cantor -ou intérprete: "Cantor é muito grande para mim".

Sua arma para realizar o desejo se chama "Sambista Perfeito". O CD chega pouco depois de Maria Rita lançar um disco com seis músicas de Cruz.

Entre elas, "Tá Perdoado", que vem tocando nas rádios, e "O que É o Amor", a única das seis que o carioca gravou em seu disco -em duo com Maria Rita.

"Quando o Zeca [Pagodinho] me chamou para cantar no primeiro "Acústico" dele [de 2003], deu visibilidade maior ao Arlindo Cruz, porque pouca gente olha aquelas letrinhas com os nomes dos compositores [nos encartes]

Mestre das emoções

Blog Acordes - Por Toninho Spessoto

Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior (1945-1991) é um dos maiores compositores brasileiros. Mesmo dezesseis anos após sua morte, a obra que deixou segue atual, afiada e tocante.

Este DVD traz uma verdadeira raridade: a participação do artista no programa Ensaio, da TV Cultura de São Paulo, gravada no final de 1990, poucos meses antes de sua morte (Gonzaguinha, que morava em Belo Horizonte, foi vítima de acidente áutomobilístico numa estrada mineira, em março de 1991).

A voz de Eduardo Canto na obra de Lupicínio


Ziriguidum - Por Beto Feitosa

O vozeirão de Eduardo Canto é perfeito para o repertório denso de Lupicínio Rodrigues. A guitarra jazzy de Roberto Menescal pega mais leve.

Essa equação, que mistura fossa e bossa, faz o sucesso do CD Lupicínio Rodrigues por Eduardo Canto, lançado pelo selo Albatroz Music, de Menescal.

O CD é resultado de um show apresentado há cinco anos por Eduardo. Entre histórias e repertório do compositor gaúcho, o cantor encontra Menescal e surge a idéia de gravar os grandes sucessos de Lupicínio.

O habitual tom melancólico de sua obra ganha contornos mais leves graças à pegada da guitarra de Menescal. Pode ser um caminho mais escuro para o barquinho ou águas mais calmas para a mesa do bar.

Zé Menezes - Autoral - Gafieira Carioca

Folha de S. Paulo - Por Luiz Fernando Vianna

Autodidata que se tornou um dos maiores violonistas e guitarristas do país, Zé Menezes, 86, mostra neste CD a excelência e a discrição que marcam seus mais de 70 anos de carreira.

Ele não prioriza seus solos, e sim o conjunto de excelentes músicos, confirmando o grande arranjador e integrante de orquestras que é.

No repertório, algumas de suas principais composições, como "Encabulado", "Comigo É Assim", "Nova Ilusão" e a abertura dos "Trapalhões", que se tornou sua obra mais popular.

As primeiras faixas, "Gafieira no Bronx" e "Uma Noite na Lapa", são excelentes. Como o título indica, o clima é de gafieira, com altas doses de suingue e alegria. Gravadora: ABZ.

Beth Carvalho canta no Estrela da Lapa

Sucesso! - Por Thomaz Rafael

Na próxima segunda-feira (dia 12), o projeto Palco MPB receberá a madrinha do samba Beth Carvalho no palco do Estrela da Lapa, no Rio de Janeiro, a partir das 19 h.

A cantora apresentará o show em comemoração aos 42 anos de sua carreira. No repertório, os grandes sucessos que a tornaram madrinha de muitos bambas, como "Coisinha do Pai", "Coisa de Pele", "Quem é ela", "Meu Guri" e "Acreditar".

A entrada do espetáculo é franca.

Luiz Melodia e sambas antigos na Modern Sound

Sucesso! - Por Thomaz Rafael

Na próxima terça-feira (dia 13), o cantor Luiz Melodia apresentará clássicos do samba no palco do Allegro Bistrô, na Modern Sound, no Rio. O show é de lançamento de seu novo CD, "Estação Melodia" (Biscoito Fino), trabalho que traz sambas dos anos 30, 40 e 50.

Oito Noites com João Bosco, voz e violão, no Teatro FECAP

Music News - Por Assessoria de Imprensa

O Teatro FECAP apresentará em duas semanas, de quinta a domingo, entre 15 e 25 de novembro, o espetáculo Oito noites com João Bosco.

Oito noites únicas, pois serão shows com repertórios diferentes, pontuados pelos grandes sucessos do compositor, cantor e violonista.

Os oito espetáculos ao vivo no Teatro FECAP serão gravados e os melhores momentos irão compor o novo álbum do artista.

Ao lado de composições conhecidas como "O Bêbado e a Equilibrista", "Bala com Bala", "Pretaporter de Tafetá", "Linha de Passe", "Papel Maché", João Bosco mostrará músicas inéditas de sua autoria, como duas parcerias com seu filho, Francisco Bosco,o samba ‘Tanto Faz" e "Escuta o teu cantor", que fizeram para o Rio de Janeiro, além de uma com seu parceiro mais tradicional, o letrista Aldir Blanc, em "Sonho de Caramujo".

Via Funchal apresenta 25 anos de rock com Titãs e Os Paralamas do Sucesso

Music News - Por Assessoria de Imprensa

Em 1982, quase ninguém imaginaria o rock ocupando um espaço tão grande no cenário cultural brasileiro. Mas hoje não se discute, é história: nos últimos 25 anos, o gênero conquistou relevância e importância ímpares no país.

Parte substancial desse crescimento em popularidade e em qualidade pode ser creditada a: Os Paralamas do Sucesso e Titãs. Mas história não termina nunca, é um processo permanente.

Cientes disto, Bi Ribeiro, Branco Mello, Charles Gavin, Herbert Vianna, João Barone, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Bellotto subirão ao palco juntos para uma turnê que tem tudo para marcar novas e velhas gerações.

O encontro acontece no Via Funchal no próximo dia 24 de novembro/2007 a partir das 22 h.

Um bandolim, um piano e 11 canções

estadao.com.br - Por Roberta Pennafort

 


Um bandolim, um piano e onze belas canções. Contínua Amizade (Deckdisc), CD dos celebrados músicos Hamilton de Holanda e André Mehmari, é uma combinação e tanto.

Os instrumentistas juntaram pérolas de Pixinguinha, Cartola, Nelson Cavaquinho, Paulinho da Viola, Guinga, Egberto Gismonti e Andrea Morricone a composições próprias - 'músicas que fazem parte do universo afetivo dos dois', como explica Holanda.

Os dois se aproximaram em 2004, por conta do projeto Sem Fronteiras, do Centro Cultural Banco do Brasil, que reuniu grandes músicos populares e eruditos, em nome da liberdade artística.

Três músicas apresentadas à época, Choro da Contínua Amizade, Vivo Entre Valsas, ambas de Mehmari, e Enchendo o Latão, de Holanda, foram incluídas no CD.

Selma Reis lança selo fonográfico

Sucesso! - Por Thomaz Rafael

A atriz e cantora Selma Reis irá expandir seu leque de atividades com a criação de um selo próprio. Batizado de Tessitura Musical Brasileira, o projeto estreará com dois discos da própria Selma.

O lançamento do CD duplo "Maria, Mãe de Jesus" e o relançamento do álbum "Todo Sentimento" marcam a chegada desse novo nome fonográfico no mercado musical.

Novo CD confirma o dom de Fabiana Cozza

Ziriguidum - Por Beto Feitosa

Três anos depois de lançar seu primeiro trabalho e colecionar elogios em todo o país, Fabiana Cozza chega com o CD Quando o céu clarear, novamente pela Gravadora Eldorado.

O vozeirão de Fabiana, que já era conhecido do público paulistano, avançou fronteiras e hoje é admirado também em outras praças.

Nesse segundo trabalho Fabiana recebe uma participação que vale como um endosso de seu talento. Dona Ivone Lara divide com ela os vocais de Doces recordações, parceria da sambista carioca com Délcio Carvalho.

Fabiana é batizada definitivamente. Em um ambiente em que se valoriza tanto os mestres, como é o do samba, a participação vale como um carimbo que atesta qualidade. E segue o bloco.

As muitas idéias de Elba

Tribuna da Imprensa -  Por Redação

"O que distingue este disco dos outros não é só o conceito ou sonoridade, mas a porção de carinho que ele contém", explica Elba Ramalho no encarte de Qual o assunto mais lhe interessa?, disco que marca sua estréia no mercado independente, através de seu selo Ramax, com distribuição da brazilmúsica.

De fato o trabalho é cercado de cuidado, da escolha do repertório aos músicos, passando pela preocupação constante com a estética e o conceito do CD como um todo.

Boca Livre retoma formação original

estadao.com.br - Por Redação

Eles surgiram - e conquistaram uma legião de fãs pelo Brasil - há quase 30 anos e colecionam canções que ninguém esquece.

Juntos novamente, depois de uma década de separação, Zé Renato, David Tygel, Mauricio Maestro e Lourenço Baeta, a formação clássica do Boca Livre, estão no DVD Boca Livre e Ao Vivo, registro de um show realizado em fevereiro, no Auditório Ibirapuera.

O quarteto vocal passou um ano inteiro ensaiando, para que que a sonoridade original fosse recuperada. Os encontros, no estúdio de Baeta no Jardim Botânico, no Rio, eram diários e duravam quatro horas.

Se, em um primeiro momento, pareceu difícil alcançar aqueles registros agudos e harmônicos dos anos 1980 (Zé Renato chegou a ficar rouco e precisou recorrer a uma fonoaudióloga), o que se ouve são quatro vozes na mais perfeita consonância.

Trama prepara DVD de Tom Zé para 2008

Sucesso! - Por Thomaz Rafael

Baseado no repertório da última turnê de Tom Zé, a gravadora Trama prepara, em parceria com o Canal Brasil, um DVD ao vivo do cantor.

Com imagens do show "Danç-Êh-Sa" (2006), além das músicas de Tom, o produto contará com entrevistas polêmicas e bem-humoradas.

Em uma delas, o artista faz uma análise do sucesso atingido pelo funk carioca e afirma que o estilo está pronto para assumir papel principal na música pop nacional.

Flávio Guimarães - Vivo

Music News - Por Assessoria de Imprensa

Com vinte anos de carreira e a maior discografia do blues brasileiro – cinco álbuns solo e dez com o Blues Etílicos – o gaitista e vocalista Flávio Guimarães lança seu novo CD, o primeiro só com execuções ao vivo.

O álbum é uma homenagem ao bluesman Charlie Musselwhite, que Flávio e sua banda acompanharam em turnê brasileira em 2006.

O próprio Musselwhite participa do CD, cantando e tocando violão na faixa “Darkest Hour”. Outro convidado de Flávio é o também gaitista Peter Madcat, recente premiado no Grammy.

Madcat acaba de incluir em seu novo CD uma composição em parceria com Flávio e o percussionista Sérgio Paes, em ritmo de maracatu.

De volta ao próprio caminho

Blog Acordes - Por Toninho Spessoto

Depois de vários projetos especiais, entre eles a bem sucedida série Aquarelas, Emílio Santiago lança um disco com boa parte de material inédito.

De Um Jeito Diferente, produzido por Ricardo Silveira, mostra que Emílio continua sendo um dos melhores cantores brasileiros.

Com charme, elegância e enorme bom gosto na escolha de repertório, o intérprete traz um de seus trabalhos mais caprichados.

Das quinze faixas, doze são inéditas. As exceções são Dindi (Tom Jobim/Aloísio de Oliveira), Moça Flor (do saudoso Durval Ferreira, que deu a Emílio Santiago a chance de gravar seu primeiro disco em 1975, e Lula Freire) e o standard americano My Foolish Heart (Victor Young/Ned Washington).

[ Travessia - ver cantos anteriores ]



Ir para Home



Pão e Poesia - Simone

"Um cantinho, um violão. Este amor, uma canção. Pra fazer feliz a quem se ama. Muita calma pra pensar. E ter tempo pra sonhar. Da janela, vê-se o Corcovado, o Redentor - que lindo! Quero a vida sempre assim, com você perto de mim, até o apagar da velha chama. E eu que era triste, descrente desse mundo... Ao encontrar você, eu conheci o que é felicidade, meu amor." (Corcovado - Tom Jobim)

Meu Perfil

BRASIL, Sudeste, Mulher

 


"Música na cabeça é carinho, alegria, inteligência, fantasia, prazer, doçura, energia, paixão e poesia"
Ben Jor




*Uma brasileira*

Paulistana da gema.
Ariana, 43 anos, jornalista. Música é o que mais me alimenta a alma. Esse espaço é destinado a quem prestigia a Música Popular Brasileira. O objetivo é difundir o que temos de melhor, fazer amigos, ampliar o repertório e estimular o conhecimento.
Entre e fique à vontade!



Meu Perfil no Orkut







bamba(s) online


Assine meu Livro


*Tantas Palavras* Contatos:

Pela Internet:
vlgb@uol.com.br

Pelo Telefone:
(11) 8985-7531




*Sintonia*
Cultura AM, SP
Eldorado FM, SP
MPB FM, RJ
Nova Brasil FM, SP
USP FM, SP







 Rádio Bossa Nova 
Jeannie Black, Seattle (USA)

 


 

 

Cantaram comigo: